domingo, 11 de abril de 2010

No imenso bosque da vida

J. S. Bach, Sinfonia da Cantata BWV 29 (transcrição para 2 harpas)
Harpa: Andreia Marques e Carmen Cardeal



No imenso bosque da vida
encontrei uma árvore em flor.
Já partiu,
sem eu saber quem era.

José Rui Fernandes
(à memória da colega Andreia Marques)

5 comentários:

  1. Depois da triste notícia, fiquei a pensar como àqueles com quem nos cruzamos no dia-a-dia, devemos dedicar muito mais do que um simples olá.
    Cada um encerra uma vida, um saber, um ser. Muito mais lhes podemos dar e certamente receber.
    Rezarei por ti Andreia.

    ResponderEliminar
  2. na impossibilidade de (a) ouvir... apreciei o teu lindíssimo poema, josé rui.
    sem mais palavras...
    deixo um abraço

    ResponderEliminar
  3. Um simples "olá" pode ser tão reconfortante...

    Beijo, com carinho

    ResponderEliminar
  4. "No imenso bosque da vida
    encontrei uma árvore em flor.
    Já partiu,
    sem eu saber quem era."

    no imenso bosque da vida
    encontrei uma árvore em flor.
    ficou comigo e eu com ela durante muitos anos.
    já partiu.
    eu soube quem era.

    Tão triste!

    ResponderEliminar
  5. Cada árvore, cada ser, tem o seu tempo certo.
    Poderia ter sido diferente? Pois decerto poderia...mas apesar de tudo agradeçamos porque aconteceu e mesmo pouco foi bom e marcou!
    Bjs.
    M.M.

    ResponderEliminar